quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Luan Santana se apresenta pela primeira vez na Bahia no Festival de Verão Salvador


Luan Santana
 Jovem revelação do sertanejo que tem arrebatado milhares de fãs Brasil afora, Luan Santana é uma das atrações mais esperadas para o Festival de Verão Salvador 2011. O show do cantor, que acontecerá na terceira noite do evento (04/02, sexta-feira), será a primeira apresentação de Luan na Bahia. Hits como Meteoro, Tô de Cara e outras canções do álbum Ao Vivo (2009) estão no repertório do artista, que trará o show da turnê 2011 a Salvador. No mesmo dia, Tomate, Ana Carolina, Asa de Águia e Harmonia do Samba subirão ao Palco 2011, na arena principal do Parque de Exposições de Salvador.

Nascido na cidade de Campo Grande, a história do artista começou cedo: aos três anos de idade já entoava clássicos da música sertaneja. Logo depois, ganhou um violão de presente do pai – o estímulo que faltava para se dedicar à paixão pela música. Aos catorze fez uma gravação amadora de Falando Sério que virou febre no youtube e chamou a atenção das rádios da região. Em 2008 grava seu primeiro álbum, Luan Santana, e toca na Festa de Peão de Barretos para 35 mil pessoas. No mesmo ano, o jovem cantor cumpre uma agenda de 150 shows em todo o país. O disco mais recente, Ao Vivo, reúne performances realizadas em várias cidades brasileiras e rendeu dois discos de platina.



Serviço Geral

FESTIVAL DE VERÃO SALVADOR 2011

Data: 02 a 05 de fevereiro
Local: Parque de Exposições de Salvador. Av. Luiz Viana Filho, s/n, Paralela
Abertura dos Portões: 18h
Início dos Shows: 20h
Espaços: Palco 2011, Casa do Samba, Casa do Pagode, Concha Acústica, Arena Universitária e Tenda Eletrônica
Classificação: 16 anos

domingo, 26 de dezembro de 2010

Fiuk e a Banda Hori agitam a Avenida Paulista no reveillon

A Banda Hori, que em 2010 apresentou-se por todo o país e alcançou projeção nacional, termina 2010 com muito agito numa das maiores festas do país. No dia 31/12, Fiuk, Fê Campos, Xande, Max e Renan são uma das atrações do Réveillon na Paulista, na avenida mais famosa de São Paulo.

Organizada desde 1996 na Av. Paulista a festa para comemorar a chegada de 2011 terá, de acordo com expectativas da organização, cerca de 2 milhões de expectadores para os shows de Capital Inicial, Barra da Saia, Fábio Jr, Zezé de Camargo & Luciano, Fiuk e a banda Hori, além da apresentação da bateria da escola de Samba Rosas de Ouro, campeã do carnaval 2010.
“Caramba, tocar na Paulista no réveillon vai ser irado! E ainda mais com meu pai e outros nomes de peso da música. Não vejo a hora de rolar a festa”, comenta Fiuk, vocalista da banda.

O palco da apresentação já está montado na Avenida Paulista e até o dia 25 de dezembro, o público pode apreciar a decoração de natal, com direito a um Papai Noel de 8 metros.
Para saber mais acesse: www.hori.com.br

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Artmix e Maynard Music contratam CW7

A ArtMix e a Maynard Music acabam de contratar a banda CW7. Eles entram em estúdio no início de janeiro para gravar um CD com produção de Guto Campos.

A CW7 foi formada em Curitiba em 2007 pelos irmãos Pipo Witcthoff (guitarra), Léo Wicthoff (baixista) e Paulo Wicthoff (baterista), que se juntaram à prima Mia Wicthoff (piano e voz). Eles começaram na internet, aos poucos foram divulgando o trabalho e hoje estão com quase 1,7 milhões de plays no MySpace.

“Será Você” é o primeiro single que está sendo lançado na internet e nas rádios em formato acústico e original. O clipe da música já andou frequentando o TOP 10 da MTV Brasil e soma mais de 350 mil views no YouTube: http://www.youtube.com/watch?v=M1Slk0IrXfc



A banda está fazendo shows no sul do país (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e, em breve, se apresentarão em São Paulo.

Mais informações: http://www.myspace.com/bandacw7

Restart no cinema

Restart com o empresário da banda Guto Campos e equipe da Paranoid Filmes (sentados Tatiana Quintella e Patrick Siaretta; de pé Brenno Castro e Vera Egito)

ArtMix e Maynard Music fecharam parceria com a Paranoid Filmes, produtora de conteúdo de cinema e TV, comandada pelos sócios e executivos: Heitor Dhalia, diretor de O Cheiro do Ralo e À Deriva, e pelos produtores Tatiana Quintella, idealizadora do Pólo Cultural e do Festival de Cinema de Paulínia (SP), e Patrick Siaretta, fundador da TeleImage. Eles vão produzir um longa metragem da banda Restart, que deve ser lançado em dezembro de 2011.

Daft Punk – Sobre a Trilha Sonora de TRON: O Legado

A Walt Disney Records lança hoje a trilha sonora de TRON: O LEGADO. Os integrantes do Daft Punk, admiradores do filme original TRON de 1982, são os responsáveis por criar a música deste novo lançamento, com extraordinário detalhe e precisão. Para isso, a dupla reuniu em Londres uma orquestra sinfônica de mais de cem músicos reconhecidos mundialmente, com quem gravou no AIR Lyndhurst Studios, um dos estúdios de gravação mais importante da Inglaterra.

Desde o lançamento de seu primeiro single em 1992, Guy-Manuel de Homem-Christo e Thomas Bangalter foram reconhecidos pela critica mundial como uma nova espécie de criadores de música eletrônica. Após a estreia de seu primeiro disco em 1997 (Homework), o grupo lançou dois novos álbuns de estúdio (Discovery em 2001, Human After All em 2005) e dois ao vivo (Alive 1997, Alive 2007), que obtiveram reconhecimento do público em todo o mundo.
A banda não é popular apenas por sua música e inovação técnica, mas também pela elaboração de um incrível universo visual, que gira em torno de seus misteriosos personagens robótico.

Em 2006, debutaram como diretores do filme Daft Punk's Electroma, que estreou no festival de Cannes, e em 2007, deram início a uma turnê internacional na qual apresentaram um importante espetáculo ao vivo, que combinava maravilhosamente o talento visual e musical da banda. Em 2008, a dupla francesa colaborou com a criação do single “Stronger”, de Kanye West, que foi considerado a “Canção do Ano” pela prestigiada reviista SPIN (na edição de janeiro de 2008). Nesse mesmo ano, e depois de uma turnê de êxito, se apresentaram junto a Kanye West na cerimônia dos prêmios Grammy, que marcou a primeira e única aparição da dupla na televisão. TRON: O Legado é a primeira trilha sonora composta integralmente por Daft Punk.

DATA DE LANÇAMENTO: 8 de dezembro, 2010

Sobre o filme

Dirigido por Joseph Kosinski, o filme retrata uma aventura de alta tecnologia visualmente deslumbrante. Em TRON: O Legado, Sam Flynn (Garret Hedlund), filho de Kevin Flynn (Jeff Bridges), é levado a um universo digital onde seu pai está aprisionado há 20 anos. Nos papéis de Kevin Flynn e Clu, Jeff Bridges é o primeiro ator na história do cinema a contracenar com ele mesmo, mais jovem.

Para mais informações acesse: www.disney.com.br/tron e www.facebook.com/tron
Siga-nos no www.twitter.com/disneypictures

TRON:O LEGADO chega aos cinemas DE TODO O Brasil em Disney Digital 3D™ e IMAX® 3D e também na versão 35mm no dia 17 de dezembro.
A The Disney Music Group, com seus selos Hollywood Records e Walt Disney Records, abarca toda a música gravada da The Walt Disney Company e as operações editoriais da mesma.

Novo álbum de Ivete Sangalo chega com exclusividade ao Sonora

Cantora declara apoiar a iniciativa do site de oferecer conteúdo legalizado para download na Internet

Ivete Sangalo
Já está disponível no Sonora - canal interativo de música do Terra e líder no mercado brasileiro de música digital - o novo álbum Multishow ao vivo no Madison Square Garden da cantora Ivete Sangalo, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, dia 4 de setembro de 2010.

Este é 11º álbum da cantora, seu primeiro trabalho internacional. O show atraiu mais de 15 mil pessoas e teve a participação especial de Seu Jorge, Nelly Furtado, Diego Torres e Juanes. Com 18 faixas, o projeto traz ainda a participação de Ivete no show de Dave Matthews Band. Os fãs poderão curtir antigos sucessos como “Cadê Dalila”, “Flores” e “Berimbau Metalizado”. O conteúdo estará disponível com exclusividade digital no Terra Sonora até 17 de dezembro.

Em entrevista publicada pelo portal (clique aqui para ler na íntegra), a cantora lembrou a conquista do Prêmio Música Digital pelo Sonora e aproveitou para elogiar o Terra por suas ações que prometem ser um golpe contra a pirataria no País. “Eu estava lá (na entrega do Prêmio). Vocês arrasaram. Acho que a gente precisa de uma situação legal na internet pra driblar o mau-caratismo. A questão do download legalizado é muito bem vinda para que a Internet beneficie o consumidor, compositor, artista e aquele que acredita e investe.” – disse Ivete, que se declarou “ uma internauta assídua”.
O novo álbum de Ivete Sangalo pode ser baixado em mp3 com exclusividade no Sonora – http://sonora.terra.com.br/#/cd/173590

Outras novidades no Terra Sonora:

Também com exclusividade, o portal traz o conteúdo do álbum “Comando 97 – Volume 16”, uma compilação de canções da House Music Internacional, que faz sucesso na programação da rádio Energia 97, com foco em música eletrônica. Para download do álbum “Comando 97 – Volume 16” - http://sonora.terra.com.br/#/cd/176800

Os fãs de música latina podem conferir o novo álbum do cantor colombiano Juanes. Para download do álbum “P.A.R.C.E.” - http://sonora.terra.com.br/#/cd/171958

Sobre o Terra:
Criado há 11 anos e com sede no Brasil, o Terra (www.terra.com.br) é a maior empresa de mídia online da América Latina e a 31ª do mundo, com audiência mensal em torno de 70 milhões de pessoas (fonte: comscore.com) nos 17 países latino-americanos onde está presente, além dos Estados Unidos. Mercado líder do Terra, no Brasil o portal é visitado mensalmente por cerca de 40 milhões de pessoas. Baseado no tripé informação, entretenimento e esportes, o Terra é reconhecido pela excelência em conteúdo e serviços on-line, ofertados em múltiplas telas. Conta com canais e produtos de indiscutível sucesso, como por exemplo o Sonora e o Terra TV.

CCBB traz diversidade brasileira a São Paulo com RIFFS, GROOVES E BEATS

Projeto de música reúne renomados artistas da música contemporânea brasileira a partir do dia 4 de janeiro

O Brasil vive um momento muito fértil na música contemporânea. Artistas de várias partes do país estão criando novos sons a cada dia. Com o advento da internet, a comunicação entre eles ficou mais fácil, assim como a divulgação e a influência de um trabalho artístico no outro.

Karina Buhr - Foto: Duda Vieira
Pensando nessa diversidade, o Centro Cultural Banco do Brasil realiza o projeto “Riffs, Grooves e Beats”, com seleção de artistas de diferentes regiões do país para representar essa riqueza musical. Seja trazendo riffs de guitarra exclusivos, seja com grooves originais ou beats inusitados, nenhum dos repertórios se encerra em um só ritmo. Pelo contrário, todos eles reinventam suas influências, misturam as referências e produzem materiais exclusivos. Com esses espetáculos, a série tem a intenção de mostrar o grande leque de criativas transformações que ocorrem com a nossa música.

O formato, como é tradição no CCBB, será de duas apresentações de cada banda por dia, uma na hora do almoço e outra a noite, sempre às terças-feiras. A série, idealizada pela LP Produções, tem estreia marcada para 04 de janeiro no CCBB São Paulo e traz sempre uma “dobradinha especial” por dia. A primeira apresentação acontece no dia 04 de janeiro: Cidadão Instigado e Karina Buhr. Dia 11, o som é de Edgard Scandurra e Tigre Dente Sabre. No dia 18, os acordes são de Maquinado e Retrofoguetes e, para encerrar, Nação Zumbi e Ava Rocha tocam no dia 25 de janeiro, aniversário da cidade.


Perfil dos Artistas:

Cidadão Instigado

Vivendo o melhor momento da carreira, o Cidadão Instigado lançou, em 2009, o terceiro álbum. Aclamado pela crítica “Uhuuu!” traz um rock psicodélico no qual contrastam referências como Roberto Carlos, Santana, Pink Floyd e Bee Gees. Os novos arranjos se embalam numa música brasileira contemporânea, cheia de guitarras alucinadas e letras poéticas, cantadas numa voz melódica, única. Além de Fernando Catatau (voz, guitarra e teclado), completam a banda Regis Damasceno (guitarra, guitarra sintetizada e vocal), Rian Batista (baixo e vocal), Clayton Martin (bateria e programações), Dustan Gallas (teclado e vocal) e Kalil Alaia (técnico de som e efeitos). “Uhuuu!” recebeu oi foi indicado a quase todos os prêmios da música brasileira: foi considerado o “melhor show de 2009”, pelo Guia da Folha, e o segundo melhor álbum pela Revista Rolling Stone. A banda também foi indicada ao Prêmio Multishow, Prêmio Música Digital (categoria artista do ano) e Prêmio Bravo (categoria melhor CD popular). Fora isso, o vocalista e guitarrista Fernando Catatau foi considerado “o homem do ano” pelo jornal O Globo.

Karina Buhr
Ela lançou um dos melhores álbuns do ano, “Eu Menti pra Você”, o primeiro solo depois de anos na banda Comadre Florzinha. Cantora e compositora, Karina Buhr nasceu na Bahia e foi criada em Pernambuco, onde viveu intensamente a música de raiz, as pastoras, o cavalo marinho, o maracatu. E traz de lá um colorido que faz suas músicas e letras muito especiais. No palco, Karina surpreende pelo carisma e está sempre acompanhada de uma banda de primeiro time. Ela vai tocar músicas desse álbum de estreia como “Plástico Bolha”, “Eu Menti pra Você”, “Vira Pó”, “Avião Aeroporto”, “O Pé”, “Mira Ira” e outras.

Edgard Scandurra

Considerado um dos melhores guitarristas do Brasil, Edgard Scandurra tem grande participação na história do pop/rock nacional, como fundador e integrante do Ira!, como artista solo e, também, colaborando com muitos outros artistas em diversos projetos. Para o Riffs Grooves & Beats ele preparou um show especial com repertório baseado em toda a carreira, desde o primeiro solo “Amigos Invisíveis” (que comemora 20 anos). O guitarrista toca canções dessa estreia solo, do projeto eletrônico “Benzina”, algumas do Ira! e outras inéditas. Edgard Scandurra (guitarra e voz) será acompanhado por Daniel Scandurra (baixo), Felipe Maia (baterista) e Dustan (teclado). No set list “Culto de Amor”, “Tolices”, “Eu Estava Lá”, a inédita “Não Precisa me Amar” e outras.

Nação Zumbi
Considerada a banda mais inventiva surgida no Brasil nos últimos 20 anos, a Nação Zumbi costuma impressoniar ao vivo pelo peso, pela excelência musical de seus integrantes e pelo som cheio de personalidade que sempre marcou a carreira do grupo. Nessa apresentação, Jorge du Peixe (vocal), Lúcio Maia (guitarra), Dengue (baixo), Pupillo (bateria), Toca Ogan (percussão) e Gilmar Bola 8 (percussão) mostram parte do repertório dos álbuns dessa década, “Nação Zumbi”, “Futura” e “Fome de Tudo”, além de músicas que já viraram clássicos, da época em que tocavam com Chico Science.

Ava Cor
CóR, a banda formada por Ava Rocha, Daniel Castanheira, Emiliano Sette e Nana Love, que iniciou sua trajetória na cena musical apresentando-se como AVA, lançou recentemente o álbum de estreia “O Vermelho do Vermelho”. Nele, o grupo celebra a tradição da canção brasileira e latino-americana num encontro com procedimentos sonoros contemporâneos, frutos da música digital, do cinema e da arte sonora. Sua música convida o público a transitar (ziguezagueando) por formas e movimentos que se completam num conjunto de caminhos melódicos e harmônicos em diálogo efetivo com texturas e paisagens sonoras. Uma narrativa que funde sons e palavras inspirados na sensação e na espacialidade, provocando uma percepção imagética de suas sonoridades. Em sua materialidade, essa narrativa é a união do canto de contralto belo e raro da voz de Ava, do violão e dos pedais de Emiliano, das dinâmicas e timbragens híbridas da percussão e do computador de Daniel e do violoncelo clássico e experimental de Nana, somada a uma pesquisa de texturas imagináticas que traduzem o som em imagem. O repertório é em sua maioria autoral, composto pelos próprios integrantes, além de parcerias com compositores ou poetas novos.

Maquinado
O projeto paralelo de Lúcio Maia, guitarrista da Nação Zumbi, é mistura e transformação. Era de um jeito nos primeiros shows (com três guitarras, baixo e bateria na banda), apareceu bem diferente no disco de estreia “Homem Binário” (cheio de batidas eletrônicas e participações, principalmente nos vocais), mudou outra vez sua formação de palco (para guitarra, baixo, percussão e toca-discos) e surge novamente transformado em “Mundialmente Anônimo” – o segundo e novo disco.

Considerado um dos melhores guitarristas de sua geração, Lúcio também está mais à vontade como cantor e já apresenta uma identidade vocal mais definida. No show ele é acompanhado por guitarra e efeitos, percussão, baixo, bateria e DJ. Com certeza uma chance de assistir ao vivo um dos projetos mais inventivos da atualidade.

Tigre Dente de Sabre
O Tigre Dentre Sabre faz um trabalho instrumental que consegue naturalmente mediar-se entre a linguagem do jazz, a elegancia do erudito, o subsolo do underground e soar como uma festa de música eletrônica.


Misturam música moderna e erudita com linguagem eletrônica e intenção física de instrumentos elétricos, acústicos e música computadorizada. Reúnem novas tecnologias em música moderna aliados à potência do Live Cinema.
Sua utilização torna-se cenário para as performances, iluminação, registro ao vivo com câmeras de segurança, vjing, metalinguagem com cinema, exploração visual, sensorial e utilização de imagens em 3D.

O tigre já apresentou seu show (único) em diversos festivais e é composto pelo trio de excelentes músicos: Guilherme Calzavara (bateria, trumpete, zaphoon e programações eletrônicas), Marcos L. (baixo e programações eletrônicas) e Zé Pi (guitarra).

Refrofoguetes

Criada em 2002 como uma banda de surf music, o Retrofoguetes incorporaram outras influências, Além dos já tradicionais rockabilly, polca e música circense, abriram mais espaço no repertório para elementos de mambo, tango, música italiana e swing jazz.. Some a isso ainda uma ambientação na literatura, cinema e HQs de ficção científica. O resultado é música pop bem-humorada e extremamente visual, como na trilha sonora de um filme imaginário.

O trio, formado por Morotó Slim (guitarra), Rex (bateria) e CH (baixo), já tocou em vários festivais e casas do circuito musical do Brasi, lançou dois álbuns autorais e recebeu muitos prêmios. Entre as premiações de 2009, destaca-se a eleição como melhor show da categoria Aquáticos no Festival PIB - Produto Instrumental Bruto realizado em São Paulo, garantindo a participação da banda neste ano, e ainda a prestigiada indicação na categoria de melhor banda instrumental no VMB, Prêmio Nacional realizado pelo canal MTV Brasil. A Revista Rolling Stone incluiu o Chachachá nas lista dos 25 melhores discos nacionais de 2009. Em 2010, o portal Vírgula/UOL a banda entrou para a lista das “10 Melhores Bandas do Nordeste”.

Serviço:

RIFFS, GROOVES E BEATS

Terças-feiras – 13h e 19h30

04/01/11 CIDADÃO INSTIGADO E KARINA BUHR

11/01/11 SCANDURRA E TIGRE DENTE DE SABRE

18/01/11 MAQUINADO E RETROFOGUETES

25/01/ 11 NAÇÃO ZUMBI E AVA ROCHA

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Unicamp entrega prêmios aos vencedores do I Festival da Canção

A Unicamp realiza amanhã, dia 22 de dezembro, às 16h, no Auditório do Instituto de Artes, a entrega dos prêmios aos vencedores do I Festival da Canção, realizado no período de 1 a 3 de dezembro. As cinco melhores músicas e o melhor intérprete receberão três mil cópias do DVD contendo um registro de suas apresentações e outros momentos captados ao vivo durante o Festival

Adeus, poeta, da banda Saudosa Clotilde; Me tema, de Bárbara Malavoglia; Som distante, de Helena Porto e Banda; Também, de Marcelo Segreto; e Vida de duas lembranças, de Marcílio Menezes foram as cinco músicas vencedoras do I Festival da Canção da Unicamp que premiou, ainda, Beatriz Mentone, como a melhor intérprete do evento com a música Também, de autoria de Marcelo Segreto, da Filarmônica de Pasárgada.

O evento foi realizado pelo Instituto de Artes da Unicamp em parceria com a Track&Marketing e com a Spielkamp Consultoria, e patrocinado pela Usina Colombo - Açúcar Caravelas. O Festival aconteceu em duas etapas: em meados de outubro, com debates e palestras com os organizadores dos principais festivais da música popular brasileira e nos dias 1, 2 e 3 de dezembro com a apresentação de 24 canções selecionadas pela comissão organizadora do evento.

No total, foram 59 inscrições de músicas dos mais diferentes ritmos e gêneros. O júri foi formado por músicos, jornalistas e críticos especializados em música popular brasileira: o jornalista Bruno Ribeiro; o maestro Carlos Lima, o compositor e orientador musical Marcelo Onofri; o produtor musical Lenir Boldrin e o músico e compositor Ricardo Botter Maio. Os critérios de avaliação foram a originalidade, o arranjo e a compatibilização entre letra e melodia. Já os intérpretes foram analisados quanto à performance, gesto interpretativo e afinação.

Apresentações



A música Adeus, poeta, interpretada pela banda Saudosa Clotilde, de Campinas, foi composta por Rodolfo Gomes da Silva. A banda é formada por Pedro Linhares Rossi (violão de seis cordas), Leandro Ramos Pereira (percussão geral), Paulo Henrique Lixa (surdo) e Marcelo da Silveira Campos (pandeiro),Me tema, composta e interpretada por Bárbara Malavoglia, também de Campinas, teve o acompanhamento de Tomás de Souza no teclado. Som distante, defendida por Helena Porto e Banda, de Campinas, foi composta por Adriano Dias e contou, na apresentação com os músicos Fábio Bermagni (bateria), Bruno Guzzo (baixo acústico), Adriano Dias (violão e voz) e Helena Porto (voz);Também, de Marcelo Segreto, de São Paulo, foi apresentada pela Filarmônica de Pasárgada, formada pelo próprio Marcelo Segreto, no violão, Beatriz Mentone (voz) e Gabriel Milliet (flauta). Já a música Vida de duas lembranças, de Marcílio Menezes, de Campinas, contou com a participação dos músicos Maxiwell Salvador Garcia e Marcos Santos de Sá.

Fonte: Vera Longuini

Barra da Saia anima o réveillon da Avenida Paulista‏

O ano de 2010 termina repleto de realizações para as meninas da Barra da Saia. Além do convite para participação no DVD da apresentadora e cantora Hebe Camargo, shows por todo o país e participação do projeto “Direito de Viver”, elas alcançaram mais um objetivo: cantar para uma multidão em uma das festas mais badaladas do ano. No dia 31 de dezembro, elas serão uma das atrações do Réveillon da Paulista, um dos maiores eventos do gênero no mundo.
“Nosso maior público foi em torno de 20 mil. E, de repente, vamos nos apresentar para dois milhões de pessoas! É muito emocionante, uma honra enorme”, comenta Adriana Sanchez, sanfoneira da Barra da Saia, sobre o público esperado no evento.
As cantoras de roça’n’roll, denominação dada por elas para a mistura de música sertaneja com rock’n’roll, estarão no palco onde também se apresentam Capital Inicial, Fábio Jr., Zezé de Camargo & Luciano e a banda Hori. A organização espera um público de 2 milhões de pessoas comemorando a entrada de 2011 na avenida mais famosa de São Paulo.
Para saber mais acesse: http://www.barradasaia.com.br/

Feira Música Brasil reúne 32 mil pessoas em 99 shows‏

A terceira edição da Feira Música Brasil ocupou, entre 8 e 12 de dezembro, diversos espaços culturais da cidade de Belo Horizonte e colocou em evidência a articulação propositiva do setor musical brasileiro. Aos participantes locais juntaram-se artistas, produtores, pesquisadores e investidores de todas as regiões, consagrando o evento como um dos mais agregadores da área. Em 2010, a presença de convidados de outros países foi ampliada, de forma a potencializar a formação e consolidação de redes internacionais.
Entre os destaques da agenda deste ano estava um show de Gilberto Gil, que, quando ministro da Cultura, lançou a primeira edição da Feira. Otto, Ná Ozzetti, Bebel Gilberto, Rita Ribeiro e o Grupo Uakti, entre tantos outros artistas consagrados, marcaram presença no evento, que também abriu espaço para novos artistas.

Na recém-inaugurada Funarte MG, o público pôde assistir a shows, participar de debates e realizar encontros de negócios. No Palácio das Artes, a programação incluiu espetáculos de música de concerto e mostra de filmes. As oficinas de capacitação aconteceram no Conservatório de Música da UFMG e o Circuito FMB Noite Adentro, que promoveu festas com shows e apresentações de DJs de vários estilos, lotou algumas das casas noturnas locais – fortalecendo assim a cena musical da cidade.

A Feira Música Brasil é uma iniciativa do Ministério da Cultura. Realizado pela Funarte em parceria com as 16 entidades que compõem a Rede Música Brasil, o evento cumpre papel essencial na articulação da cadeia produtiva da música e na construção de políticas públicas para o setor. “A magnitude da música em nosso país é um potente ativo econômico”, afirma Thiago Cury, diretor de Música da Funarte. “Trabalhar para o fortalecimento e dinamização da economia da música, promovendo condições para o desenvolvimento de sua cadeia produtiva, é um dever do Estado”.

Mais de três mil proponentes participaram de processo seletivo para se apresentar na Feira em 2010. Duas novas categorias foram adicionadas ao edital: música de concerto e DJs. Nesta edição, o número de contemplados dobrou: foram 39 atrações para três dias de evento. As inscrições estiveram abertas em todo o Brasil, já que um dos objetivos da Feira é celebrar a diversidade da música brasileira. Além dos 39 selecionados via edital, também participaram da FMB músicos convidados e homenageados. “Está na hora de darmos vazão a toda riqueza de nosso saber e viver musical, que nos une pelas misturas, dando forma e razão à identidade cultural brasileira”, completa Cury.

Os números da Feira Música Brasil 2010:
- R$ 60 milhões em negócios diretos previstos, a serem desenvolvidos ao longo do ano de 2011;
- 32 mil pessoas presentes em 99 shows;
- Mais de 30 mil pessoas atingidas pelas transmissões ao vivo de shows, painéis e palestras;
- 3 mil bandas/artistas inscritos em seleção para se apresentar no evento;
- 1 mil empresas nacionais e internacionais presentes no Encontro de Negócios;
- 2 mil pessoas presentes em painéis e palestras;
- 268 pessoas capacitadas em oficinas/cursos;
- 7 toneladas de alimentos não-perecíveis doados a 120 instituições filantrópicas da Região Metropolitana de Belo Horizonte, por meio do programa Mesa Brasil SESC

Fonte: Funarte 

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

BB anuncia programação dos CCBBs para 2011

O Banco do Brasil anuncia investimento de R$ 45 milhões para realização
da programação de seus Centros Culturais em 2011. Durante o período de
inscrições, em maio de 2010, o BB recebeu 3.138 projetos via internet,
nas áreas de Exposições, Artes Cênicas, Música, Cinema, Ideias e Programa
Educativo. Destes, foram selecionadas cerca 150 propostas para compor a
grade de programação dos CCBB Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Todos
os projetos foram avaliados com base em critérios pré-determinados, como
relevância conceitual e temática, inovação, viabilidade técnica,
adequação física e financeira.

O processo seletivo teve início em maio com a publicação, no Diário
Oficial da União, das informações e orientações sobre as inscrições e
critérios de avaliação dos projetos. Pelo terceiro ano consecutivo,
profissionais especializados na área cultural colaboraram com as equipes
técnicas dos CCBB na análise e seleção das propostas inscritas. A lista
dos selecionados esta disponível no site www.bb.com.br/cultura.

Também está prevista a realização de projetos prospectados, para
complementar a programação 2011/2012 dos Centros Culturais, que enfatiza
a diversidade, a inovação, a multiplicidade de linguagens e o compromisso
social. Confira os destaques do CCBB Rio:


Artes Plásticas

Na área de Exposições, a programação do CCBB Rio de Janeiro abre suas
galerias para mostras que envolvem multiplicidade de linguagens. No
inicio do ano, por exemplo, explorando o universo poético e literário, em
homenagem à escritora Cora Coralina, o público é convidado a apreciar
textos ricos em brasilidade que ganham novas dimensões por meio de
cenários de Daniela Thomas.

Para celebrar o aniversário do CCBB Rio e dando continuidade à série de
mostras com abordagem histórica e multidisciplinar, em outubro, a mostra
Índia ocupa todos os espaços do prédio com pintura, desenho, fotografia,
instalação e novas mídias que desvendam a tradição, a inovação social e a
contemporaneidade local. Estão previstas obras de grandes nomes da atual
arte indiana: Vidura Jan Bahadur, Anju Dodiya, Anita Dube, Gari Gill,
Shilpa Gupta, Riyas Komu, Josh OS, Ram Rahman, Ravinder Reddy, Bharat
Sikka, entre outros.

O universo do genial Miles Davis, que nos deixou há 20 anos (1991), chega
ao CCBB numa vasta coleção de objetos, fotos, roupas, instrumentos e
extratos de filmes, documentários e pintura. Em diálogo com artistas de
sua época como Basquiat, Mati Klarwein, Annie Leibovitz e outros nomes
que estiveram presentes no mundo criativo de Miles, a exposição ganha
forma de retrospectiva destacando sua vida e carreira.

O fomento à atual produção brasileira permanece entre os objetivos do
CCBB e a Sala A Contemporânea ganha um novo nome: Sala Brasil
Contemporâneo. O projeto busca englobar as diversas regiões do País e
traz mostras individuais de jovens artistas que têm se destacado
nacionalmente.

Entre os diversos projetos, o público tem a chance de conferir a
retrospectiva de 20 anos de carreira dos designers brasileiros Fernando e
Humberto Campana na exposição Antibodies realizada pelo Vitra Design
Museum, na Alemanha. E ainda entre os destaques nacionais a mostra
Tarsila - percurso afetivo.

Entre os nomes internacionais, pela primeira vez no Brasil, a japonesa
Mariko Mori traz um trabalho plural nos mais diversos suportes; Laurie
Anderson traz além de seu trabalho multimídia, uma performance onde ela
própria se expressa de forma única; o inglês Antony Gormley, premiado com
o Turner Prize, valoriza o corpo em trabalhos já expostos na Documenta de
Kassel e na Bienal de Veneza.

Abre em janeiro de 2011, no Rio de Janeiro, a exposição de O mundo mágico
de Escher que trabalha a interatividade recriando o mundo ilusório desse
artista gráfico holandês.


Música

Na música, o CCBB procurou investir em novas experiências e também manter
formatos já consagrados pelo público como as Terças Musicais que
apresentam séries intercaladas ao longo de cada semestre.

Valorizando o regionalismo, um novo formato traz, a cada semestre, um
recorte das tradições brasileiras, valorizando cidades, estados, regiões
e tradições. Estão previstos projetos que destacam a diversidade sonora
da Bahia (Tabuleiro), os diversos matizes da música gaúcha (Gauchada sul
generis), as manifestações do Cerrado e toda a criatividade da cena de
Belém do Pará.

Explorando o espaço, o CCBB resolveu inovar utilizando a área externa do
prédio e realiza shows populares como o Sanfoneando que homenageia os 80
anos do mestre Sivuca e o Viva o Zé Pereira que resgata manifestações
populares carnavalescas tradicionais e recebe a Orquestra Popular Céu na
Terra.

Panorama da música nas Américas reúne novas tendências da música popular
e instrumental das três Américas.

Outros destaques do ano, serão as presenças de grandes nomes da MPB como,
Miúcha, Wanda Sá, Carlos Lyra, Emilio Santiago e Danilo Caymmi no projeto
Com Você Perto de Mim.

Compondo a programação, o público poderá ainda conferir a música
censurada pelo AI-5; toda a beleza e ousadia da música e cultura das
favelas; o Blues produzido no Brasil; os 200 anos do erudito húngaro
Franz Lizt; o centenário de Nelson Cavaquinho e a “ópera-ballet”
Pigmalião que traz cenários da artista plástica Beatriz Milhazes.


Ideias

A tradicional programação de debates e palestras permanece e ganha cada
vez mais a utilização de recursos tecnológicos, com programação regular
às terças-feiras e outros eventos no decorrer da semana.

Estados Unidos, Alemanha, Itália e Bulgária e outras nações estarão
conectados aos doze encontros no CCBB que serão transmitidos ao vivo pela
internet, para que o público possa acompanhar debates com importantes
pensadores nacionais e estrangeiros sobre a forma e o sentido
contemporâneo.

Entre os outros projetos, uma série sobre ópera discute o gênero por meio
de projeções de grandes apresentações interacionais e debate com
convidados; um encontro inédito entre roqueiros e filósofos descute ao
longo de oito meses o comportamento, a atitude e ousadia características
do Rock; e um encontro inédito traz humoristas, jornalistas, escritores e
artistas na série Humor e Cia, que trata da arte de alegrar e fazer o
público sorrir.

A série de debates Carnaval: que festa é essa? discute história
contemporânea da festa carnaval, lembrando suas raízes, trazendo a
abordagem antropológica num encontro direto com os integrantes das
agremiações e outros representantes do universo do samba.


Teatro

Nas Artes Cênicas, o CCBB incentiva e valoriza o trabalho de companhias e
produções nacionais, busca oferecer ao público a oportunidade de contato
com produções internacioais, formar público e incentivar novos talentos.

Grandes nomes das artes cênicas são aguardados ao longo de todo o ano,
como Marcelo Serrado e Maria Padilha num espetáculo sobre Noel Rosa;
Renata Sorrah e Natalia Lage, na direção de Bia Lessa, discutem a chamada
geração da imagem midiática no espetáculo JT Leroy; Enrique Diaz, Drica
Moraes, Malu Galli e Marcelo Olinto dão vida ao texto de Bertold Brecht,
Na selva das cidades, com a direção de Aderbal Freire Filho

A Companhia de Teatro Medieval completa 20 anos e apresenta espetáculos,
exposição e debate. E a companhia Amok traz uma montagem inédita de um
texto do autor sérvio, Biljana Srbljanovic, que completa a trilogia da
guerra.

A Mostra Internacional de Teatro traz grandes nomes e companhias
consagradas, enquanto a Mostra Estudantil de Teatro apresenta espetáculos
das principais escolas de formação de atores do Rio de Janeiro.

Numa narrativa surrealista, Chico Diaz dá vida ao texto de Walter Campos
de Carvalho na direção de Moacir Chaves e supervisão de Aderbal Freire
Filho com o espetáculo A lua vem da Ásia.

Em 2011, o CCBB entra no circuito do Panorama da Dança e reúne grupos
nacionais e estrangeiros dedicados a dança e ao movimento.

Dentro dos projetos de fomento promovidos pelo CCBB, terá continuidade o
Seleção Brasil em Cena, concurso de textos para dramaturgia.

Entre as produções infantis, Chagall conta a trajetória do artista com um
narrador-ator e músicas compostas especialmente para a encenação; a atriz
Luciana Vendramini interpreta o texto de Ilan Brenman “Até as Princesas
soltam Pum” na direção de Caio de Andrade; e um projeto inovador promete
estimular a formação de público cada vez mais cedo. É o ciclo
internacional de teatro para bebês, voltado para crianças de 03 meses a
01 ano.


Cinema

A programação de cinema do CCBB RJ destaca a produção nacional e grandes
nomes do cinema mundial com a exibição de mostras e filmes raramente
exibidos no circuito comercial.

Entre os destaques nacionais, homenagem à Odete Lara, uma das mais
emblemáticas atrizes do cinema brasileiro; à Companhia Cinematográfica
Maristela do cinema industrial paulista dos anos 1950; e ao consagrado
Anselmo Duarte.

A mostra Cinema Brasileiro: anos 2000 - 10 questões traça um painel sobre
as tendências observadas no cinema nacional na última década, numa
continuidade ao projeto realizado em 2001, Cinema Brasileiro: Anos 90, 9
Questões.

Entre as mostras internacionais, a seleção traz retrospectivas de grandes
nomes do cinema internacional como Naomi Kawase, Luc Moullet, Nicholas
Ray, Jean Renoir e a dupla Michael Powell e Emeric Pressburger.

No formato 35mm, os amantes da sétima arte terão a chance de apreciar a
exibiçao da obra completa do mestre da narrativa cinematográfica e do
suspense, Alfred Hitchcock.

Com 43 longas de ficção; 6 documentários; 1 curta e séries de teledramas
e de comerciais, o CCBB presta uma homenagem ao diretor Ingmar Bergman
numa demonstração de que o cinema é verdadeiramente arte.

As tradicionais Mostra do Filme Livre, É Tudo Verdade - 16º Festival
Internacional de Documentários e o Anima Mundi estão confirmadas na grade
de programação.

O Festival Assim Vivemos traz filmes internacionais e nacionais inéditos
com o objetivo de trazer à tona questões fundamentais e urgentesrelativas às pessoas deficientes. O Cinema nacional legendado e
audiodescrito dispõe de recursos para que pessoas com deficiência
auditiva ou visual possam ter acesso a produções nacionais
contemporâneas;


Outros destaques são a exibição de cerca de 20 títulos do mestre italiano
Luchino Visconti; a seleção de trezes filmes encenados pelos irmãos Marx,
revolucionários da comédia nos Estados Unidos e no mundo; a retrospectiva
inédita e completa da obra do dinamarquês Carl Theodor Dreyer; a primeira
mostra no Brasil dedicada à obra do casal de cineastas franceses Jean
Marie-Straub e Danièlle Huillet; um panorama da produção cinematográfica
do cultuado diretor japonês Takashi Miike que dirigiu mais de 80 filmes;
a mostra de importantes títulos do alemão Douglas Sirk, considerado o
maior representante do cinema melodramático em hollywood; e a exibição de
15 dos melhores filmes dirigidos por Vincente Minnelli, renomado cineasta
americano, muito atuante nos anos 1940, 50 e 60.


CCBB Educativo


O Programa Educativo continua atuando na mediação da programação em sua
totalidade, promovendo atividades que instigam o debate e a reflexão
sobre os temas em cartaz nos projetos culturais.

Os Centros Culturais Banco do Brasil são espaços de cultura, abertos ao
público em geral, instalados nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro e
São Paulo. A programação contempla Exposições, Música, Teatro, Cinema,
Dança, Idéias e Programa Educativo, oferecendo à sociedade atividades
culturais acessíveis e diversificadas durante todo o ano.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Stone Sour fecha line-up do Palco Mundo no Dia Rock

Banda com integrantes do Slipknot toca na segunda noite do festival, em 24 de setembro de 2011

O Rock in Rio anuncia a atração que faltava para completar o line-up do Palco Mundo no Dia Rock, em 24 de setembro do ano que vem: os americanos do Stone Sour. Com mais de meio milhão de cópias do seu segundo álbum, Come What(ever) May (2006), vendidas apenas nos Estados Unidos, o grupo é conhecido no Brasil não apenas pelo hit “Through Glass”, mas também por trazer em sua formação Corey Taylor e James “Jim” Root, respectivamente vocalista e guitarrista da banda de heavy metal Slipknot, que toca no evento no Dia Metal, em 25 de setembro. Na mesma data do Stone Sour, o Palco Mundo receberá Red Hot Chili Peppers, Snow Patrol, Capital Inicial e NX Zero, divulgados pela produção em novembro. Quem quiser ficar informado pode acompanhar tudo por meio do site e das redes sociais do Rock in Rio, como Twitter – que já conta com mais de 100 mil seguidores –, Facebook e Orkut, entre outras.
O grupo surgiu ainda no início dos anos 90, antes de Taylor e Root ficarem conhecidos pelo trabalho ao lado dos mascarados do Slipknot. Classificado pelos críticos de música como uma mistura original entre o Metallica e o Alice in Chains, o Stone Sour passou seus primeiros anos percorrendo o circuito de bares de Iowa. Em 1997, entraram em hiato, retomando as atividades em 2002. No mesmo ano, apresentaram seu álbum de estreia, Stone Sour, que rendeu duas indicações ao Grammy, e na sequência lançaram Come What(ever) May (2006), que, capitaneado pelo sucesso “Through Glass”, vendeu mais de 500 mil cópias somente nos Estados Unidos. A banda ainda foi indicada pela terceira vez ao Grammy com a canção “30/30-150”. Seu mais recente disco, Audio Secrecy, foi lançado este ano. “É pesado, é melódico, é
escuro, é lento, é leve e é bonito. Você vai ouvir algo diferente a cada vez que ouvi-lo”, afirma o vocalista Corey Taylor. O repertório inclui músicas como “Mission Statement” e “Say You´ll Haunt Me”, entre outras composições dos integrantes do Stone Sour. Além de Taylor (vocal) e Root (guitarra), o grupo conta com Josh Rand (guitarra), Shawn Economaki (baixo) e Roy Mayorga (bateria).
Música e muito mais Com cada dia destinado a um estilo diferente, o Rock in Rio é um festival para todas as tribos.
A lista de nomes já confirmados pela organização para o Palco Mundo inclui Red Hot Chili Peppers, Coldplay, Snow Patrol, Metallica, Motörhead, Slipknot, Coheed and Cambria, Capital Inicial, Skank e NX Zero. Já o Palco Sunset, que receberá todos os dias quatro encontros especiais entre artistas consagrados e novos nomes da cena musical nacional e internacional, tem confirmado no line-up Erasmo Carlos e Arnaldo Antunes, que se apresentarão juntos em data a ser definida, Sepultura, Angra – ambas no Dia do Metal, em 25 de setembro –, Tulipa Ruiz, Cidadão Instigado, Marcelo Camelo, Orkestra Rumpilezz e Céu, que terão os seus parceiros e datas anunciados nos próximos meses. Novas atrações serão divulgadas em breve, reunindo mais uma vez os maiores nomes do rock e do pop mundial ― nacionais e estrangeiros, clássicos e contemporâneos ―, no maior evento de entretenimento e música do planeta. Serão 12 horas de festa por dia, com shows no Palco Mundo, Palco Sunset, Rock Street e na Tenda Eletrônica, roda-gigante, montanha russa, free fall, tirolesa, entre muitas outras novidades que transformarão a cidade do rock num verdadeiro parque de diversões para todas as idades.

Começam as obras de construção da Cidade do Rock

No dia 9 de dezembro, o Rock in Rio lançou a Pedra Fundamental do Parque Olímpico Cidade do Rock, com a presença da vice-presidente executiva do Rock in Rio, Roberta Medina, do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, entre outras autoridades. Agora, a cidade passa a ter um espaço permanente para receber grandes eventos, com um impacto direto em áreas como a de hotelaria e turismo.
Localizado em frente à antiga Cidade do Rock na Avenida Salvador Allende, o Parque será inaugurado no ano que vem com a realização do Rock in Rio 2011 e abrigará ainda pelo menos outras duas edições do festival, em 2013 e 2015. Além disso, o espaço será destinado ao lazer dos atletas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. Para isso, a prefeitura vai investir R$ 37 milhões nas obras, que devem ser finalizadas em nove meses, sendo os últimos três dedicados a preparar a área para receber o Rock in Rio.
Sobre o Rock in Rio O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento de todos os tempos, contando com nove edições realizadas no Brasil, Portugal e Espanha. O festival reuniu mais de 5 milhões
de pessoas, que aplaudiram, ao vivo, 656 bandas. Foram mais de 780 horas de música, com transmissão para mais de 1 bilhão de telespectadores, em 80 países.
Utilizando a música como linguagem universal, que une as pessoas em todo o mundo, o Rock in Rio é um veículo de comunicação de emoções.

Um dos seus pilares é o Projeto Social. Lançado em 2001, no Rio de Janeiro, o projeto POR UM
MUNDO MELHOR nasceu para, por meio da música, mostrar que pequenas mudanças de atitude do dia a dia têm um grande impacto sobre o futuro do planeta. Em sete edições, ao longo dos últimos dez anos, milhares de pessoas no Brasil, em Portugal, na Espanha e em diversos outros países, foram beneficiadas pelas doações provenientes das vendas de bilhetes do evento e das ações promovidas pelos parceiros, que hoje somam mais de quase cinco milhões de euros.
Em 2008 e 2010, por exemplo, o Rock in Rio Madri investiu cerca de 1,3 milhões de euros no plantio de árvores, no Projeto Carbono Zero, em ações de conscientização sobre as alterações climáticas e na oferta gratuita de transporte público para todos os assistentes do evento — garantindo a redução de toneladas de CO2 para a atmosfera.
O festival acontecerá nos dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011, no Parque Olímpico Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Peres da banda Glória é o músico mais ligeiro no teclado do celular

Motivadas pelo concurso mundial de digitação de texto em celular, LG Mobile Worldcup 2010, as bandas Strike e Glória – que tocarão na final nacional, no espaço Vila dos Ipês, em São Paulo, no próximo dia 21 – foram convidadas para fazer uma disputa entre os seus integrantes e saber qual era o músico mais rápido nos teclados. Peres, da banda Glória, é o grande vencedor!

Confira detalhes em http://bloglge.com.br/tag/sms/ ou no canal da LG no YouTube www.youtube.com/lgdobrasil.  

Para saber mais informações sobre o campeonato, acesse: www.lgmobileworldcup.com.br. Ainda dá tempo de participar e concorrer a R$ 10 mil e ter a chance de representar o Brasil na final mundial em Nova York (janeiro de 2011), com prêmio máximo de US$ 100 mil!

Inscrições       
As inscrições podem ser feitas de forma online ou presencial. A online é via SMS, para clientes TIM. Já a presencial é para clientes de qualquer operadora, por meio de games que possibilitam ao participante testar sua rapidez e ter uma melhor experiência com o produto.
Basta ao interessado participar de uma das ações de blitz que acontecerão em São Paulo (SP) – em clubes, escolas, universidades, shows, entre outros locais – ou nos quiosques dentro das lojas participantes da operadora TIM, parceira dessa ação, nas cidades de São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ).

A classificatória, bem como o roteiro das ações e os endereços dos pontos de inscrição, estão disponíveis no site http://www.lgmobileworldcup.com.br/

Premiação

Os 32 competidores de todo o Brasil, que participam da final em São Paulo, ganharão um celular, modelo LG Cookie Plus GS290. Os oito classificados para a final recebem outro modelo de aparelho, o LG Cookie Messenger GT350.

O grande vencedor e o segundo e terceiro melhores tempos serão consagrados, além dos aparelhos, com R$ 10 mil, R$ 5 mil e R$ 3 mil, respectivamente, em certificados de ouro. Além disso, os dois primeiros colocados representarão o Brasil na final mundial do LG Mobile Worldcup, em janeiro/ 2011, nos Estados Unidos (Nova York), concorrendo ao grande prêmio de US$ 100 mil.

*Dados fornecidos pelo estudo MAVAM (Monitor Acision de VAS Móvel). Certificado de Autorização CAIXA 3-1233/2010.

Período de participação: 15/11 a 12/12/2010. Consulte regulamento completo no site: http://www.lgmobileworldcup.com.br/

Banda de Rock produzida pelos mesmos produtores do AC/DC fará show em São Paulo

MindfFlow, uma das bandas de Rock brasileiras mais respeitadas no cenário internacional, fará show em São Paulo, 12 de dezembro


A maior revelação do Rock mundial, MindFlow, está firmando seu espaço no Brasil. Formada pelos brasileiros Danilo Hebert (vocais), Rafael Pensado (Bateria), Ricardo Winandy (Baixo) e Rodrigo Hidalgo (guitarrista e violão), a banda fará show em São Paulo, neste domingo, 12, no Manifesto Bar.

A banda de Rock foi criada em 2003, já realizou quatro turnês pelo exterior, tocando em países como Inglaterra e Estados Unidos. Os dois primeiros álbuns foram os responsáveis por destacar o grupo no cenário internacional. O terceiro álbum, lançado em 2008, foi produzido pelo norte-americano Ben Grosse, que já trabalhou com os grupos Slipknot, Megadeth e o cantor Marilyn Manson. O álbum foi gravado em Los Angeles, no renomado estúdio “The Mix Room”, e masterizado no “Sterling Sound”, em NY, por Ted Jensen, produtor de bandas como AC/DC e Metallica.

Com sucesso e reconhecimento fora do País, o foco agora, é conquistar de vez o público brasileiro. Para isso, MindFlow vai lançar seu quarto álbum, mais comercial que os anteriores, em músicas que lembram o som dos grupos Nickelback e Linkin Park em arranjos mais leves e músicas mais melódicas. Com mais de 12 milhões de "plays" na página do MySpace do MindFlow, a banda aponta como o grande sucesso brasileiro em 2011.

Além disso, com mais de 15 milhões de jogadas, o MindFlow é a banda mais procurada no jogo Guitar Flash; exclusivo jogo de computador que é bem parecido com o famoso "Guitar Hero", onde o jogador simula tocar guitarra ao som da música do grupo. O objetivo do jogo é acertar mais notas e ser o primeiro do Ranking mundial. Presente em um dos maiores sites de relacionamento do mundo, o Orkut, cada participante pode escolher disputar sozinho, ou jogar contra amigo(s).

Para conhecer a músicas e saber um pouco mais sobre a MindFlow acessem: http://www.mindflow.com.br/

Clipe de "Break me out": http://www.youtube.com/watch?v=77AjeL2Kztk
Para jogar o Guitar Flash: www.guitarflash.com.br/
Sobre shows: www.show.letyourmindflow.com

Deck recebe CDs e DVDs de ouro e platina no final do ano

É época de comemorações e a Deck tem muito para celebrar. Acaba de alcançar 7 importantes premiações de vendas com projetos de seu catálogo.

Pela vendagem superior a 50 mil cópias, recebem o CD de Ouro: “MTV Ao Vivo” - Arlindo Cruz, “Ao Vivo no Morro” – Grupo Revelação e “Sinais” - Sorriso Maroto. Por ultrapassar a marca de 125 mil cópias vendidas, o Grupo Revelação recebe o CD de Platina pelo título “100% Grupo Revelação”.

A produção audiovisual também compõe a lista dos premiados. Os DVDs “Ao Vivo No Morro”, do Grupo Revelação, e o “Acústico MTV” do Ultraje a Rigor, receberam DVD de Platina (50 mil). E, liderando a lista, figura o Grupo Revelação com o inédito DVD de Platina Quádruplo (200 mil) pelo projeto “Ao Vivo No Olimpo”.

Fonte: Marcus Cesar

Mano Brown e ícones do rap se apresentam no Royal Club‏

 Pela primeira vez, Mano Brown (Racionais MCs) se apresentará no Royal Club, do empresário Marcus Buaiz, no próximo dia 16 dezembro, em São Paulo, acompanhado de DJ Cia, Ice Blue (Racionais), Lino Kriss e Helião (R.Z.O.).

Esse time de grandes ícones do rap brasileiro, que leva o nome de Big Ben Bang Johnson, promete um verdadeiro e avassalador show de Hip Hop ao público do club, com releituras de grandes sucessos da black music nacional, mostrando versatilidade, talento e muitas surpresas. Uma seleção de rimas e scratches, narrando crônicas da periferia abordando desigualdades, violência e cotidiano.

Para completar a noite, os DJs Puff e DJ Paco comandam as carrapetas! Grande pedida para quem gosta de boa música.

Serviço:
Mano Brow - Ice Blue - DJ Cia - Lino Kriss
Big Ben Bang Johnson
16.12.2010
Meia-Noite
Royal Club
Rua da Consolação 222 Consolação
www.royalclub.com.br
Ingressos: R$ 200 (H) / R$ 50 (M)

Exibição completa||Voltar para mensagensIVETE SANGALO E EVA PROMETEM SURPRESAS PARA RÉVEILLON ENCHANTÉ‏

O público do Réveillon Enchanté em Recife, onde a festa está em sua terceira edição e será realizada no Cabanga Iate Clube, pode se preparar para algumas surpresas de Ivete Sangalo, a atração principal da noite. Além de um figurino especial e exclusivo, o repertório do show será diferenciado e contará com uma homenagem especial à capital pernambucana.

Ivete, que faz seu primeiro réveillon na cidade, faz questão de deixar claro que Recife será a “casa da virada” e destaca o calor humano do pernambucano. “Em se tratando de Recife, a coisa toma um sabor especial. Amo estar em Pernambuco. O povo é muito carinhoso e forte na sua cultura. Vou fazer um show bem lindo", diz a cantora, que lança o CD e DVD Multishow ao Vivo – Ivete Sangalo no Madison Square Garden.

O evento em Recife terá, ainda, a participação do Maestro Spok e Orquestra Marco Zero, da Banda Leva e dos DJS Thiago Mansur (São Paulo), Flyshades (Miami) e Rodrigo Guerra.

Em sua segunda edição, o Réveillon Enchanté em Maceió também promete abalar a capital alagoana com a apresentação do Eva, na praia de Jatiuca. O vocalista do grupo baiano, Saulo Fernandes, não esconde a alegria de se apresentar na cidade pela primeira vez na virada do ano: “Reveillon já é uma data especial, portanto, o show é diferente, tem carga emotiva. O Enchanté é um evento incrível e nos sentimos honrados em participar”, afirma. No repertório estarão grandes sucessos do Eva, canções do álbum “Lugar da Alegria” e músicas de artistas admirados pela banda. Além do Eva, também se apresentarão na capital de Alagoas o DJ Alemão Tocadisco e outros DJs convidados.

O Réveillon Enchanté será realizado, ainda, em João Pessoa, que receberá a festa pela primeira vez. Na capital da Paraíba, o agito ficará por conta das bandas Monobloco, Ala Ursa e Nós 4, no Beira Mar do Bessa.
Sobre a Caco de Telha Entretenimento

Realizadora do Réveillon Enchanté, a Caco de Telha é um dos principais grupos de entretenimento do País, que oferece ao mercado soluções integradas de entretenimento relacionadas à música, eventos, comunicação, conteúdo, promoção e licenciamento. Com um histórico de 14 anos de crescente sucesso, iniciados com a administração da carreira de Ivete Sangalo, o grupo vem expandindo suas áreas de atuação, bem como o seu portfólio de artistas e de grandes realizações no show business, a exemplo da produção de oito DVDs e dos shows que deram origem aos títulos mais vendidos no mundo pela Universal em sua história - o “Ivete MTV ao Vivo” e “Ivete Sangalo ao vivo no Maracanã”. A Caco de Telha assina, também, a criação e produção de eventos de grande destaque, como o “Reveillon Enchanté”, em sua 4a edição, o festival de música popular “Todo Mundo Vai” e o mais conceituado circuito de micaretas do Brasil, o “Cerveja & Cia Folia”. Na área internacional, a Caco de Telha registra em seu portfólio a co-produção dos shows da turnê brasileira de Beyoncé e do Black Eyed Peas, em Salvador, e a realização do mega show de gravação do DVD “Multishow ao Vivo – Ivete Sangalo no Madison Square Garden”, em Nova York, considerado uma das maiores produções de show nos Estados Unidos em 2010.

Fonte: Janaina Gomes

Batom na Cueca agita o estado de São Paulo

A banda de axé “Batom na Cueca” vai esquentar o estado de São Paulo nesse final de semana. Os músicos Mamê, Darlan, Adib e Maroca apresentam-se em Caraguatatuba no sábado (11/12) e em Itu no domingo (12/12) e prometem animar o público com a nova música de trabalho “Eu Tô Zen”.

O público das duas cidades já tem diversão garantida com os grandes sucessos da banda, como: “Você Não Vale Nada”, “Arrasta”, “Fazendo Farra”, “Gosto do Beijo”, “Você e Eu”, “Amante Profissional”, “Gandaia”, entre outros. O Batom na Cueca quer deixar todos prontos para a estação mais animada e badalada do ano.

“O verão promete! E 2011 também! A música nova está aí, e vamos deixar todos muito empolgados e carregados de boas energias. Vamos fazer muita “farra” no estado inteiro, do litoral ao interior”, comenta Mamê.
Para saber mais acesse: http://www.batomnacueca.com.br/

Fonte: Clarissa Vianna

ROCK IN RIO CARD ESGOTADO: 100 MIL INGRESSOS VENDIDOS FALTANDO 10 MESES PARA O EVENTO‏

Sucesso da antecipação de venda dos ingressos reforça importância da marca Rock in Rio que já é o festival mais seguido pelo twitter no mundo

Após 10 anos de espera para a realização do Rock in Rio, o público demonstrou toda a sua ansiedade em garantir lugar na 10ª edição do maior evento de música e entretenimento do mundo logo no início das vendas do Rock in Rio Card. Faltando 10 meses para o Rock in Rio e com apenas 10% das atrações divulgadas, os 100 mil Rock in Rio Cards colocados à venda no site oficial esgotaram em 24 dias. O sucesso absoluto de público e vendas pôde ser comprovado logo no primeiro fim de semana, quando foram vendidos 62 mil ingressos. Até agora, apenas 12 bandas das mais de 100 que vão se apresentar no evento estão confirmadas. O início da venda oficial de ingressos para o Rock in Rio 2011 será em julho.

As vendas do Rock in Rio Card também demonstram a pulverização do público, com mais de 60% dos compradores de fora do Rio de Janeiro. O dado comprova que o evento atrairá grande quantidade de turistas e movimentará a economia da cidade. Apenas 38% dos tickets vendidos correspondem ao Rio. São Paulo é responsável pela compra de 20% dos ingressos, seguido de Minas Gerais, com 14%. Na previsão dos organizadores do evento o perfil das vendas até agora sugere que tenhamos cerca de 350 mil pessoas de fora da cidade vindo ao Rio para participar do festival. “Precisamos ser impecáveis em termos de transporte e infraestrutura pois serviremos de exemplo para os grandes eventos que ocorrerão na cidade nos próximos anos” garante Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio.

As pessoas que compraram o Rock in Rio Card poderão escolher a data que pretendem ir ao Rock in Rio a partir do dia 11 de janeiro até 31 de maio de 2011. Após este período, a escolha estará sujeita à disponibilidade para o dia.

O ingresso para o Rock in Rio custa R$ 190 (inteira) e R$ 95 (meia-entrada) e dará acesso a todas as atividades do evento: roda-gigante, montanha-russa, kabbon, tirolesa, shopping com 30 lojas, Rock Street com shows de jazz, Espaço Moda com desfiles, Eletrônica, Palco Mundo e Sunset. O Rock in Rio 2011 terá capacidade máxima de 100 mil pessoas por dia.

Rock in Rio ultrapassa marcas nas redes sociais

O site oficial do Rock in Rio (WWW.rockinrio.com.br) tem hoje 1,5 milhão de usuários únicos e foram contabilizados mais de 7,5 milhões de pageviews. Nas redes sociais, o sucesso não é diferente. O evento mostra toda a sua força ao atingir a marca de 97 mil seguidores no Twitter com o @RockinRio. A frente do Vans (@vanswarpedtour), festival itinerante que acontece em diversos países, o @RockinRio é o maior Twitter de todos eventos de música do mundo. Somando os números do Twitter, Facebook e Orkut, o evento acumula mais de 160 mil seguidores e a expectativa é que chegue a 1 milhão de pessoas até setembro, data em que será realizado o Rock in Rio 2011.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento de todos os tempos, contando com nove edições realizadas no Brasil, Portugal e Espanha. O festival reuniu mais de cinco milhões de pessoas, que aplaudiram, ao vivo, 656 bandas. Foram mais de 780 horas de música, com transmissão para mais de 1 bilhão de telespectadores, em 80 países. Utilizando a música como linguagem universal, que une as pessoas em todo o mundo, o Rock in Rio é um veículo de comunicação de emoções.

Um dos seus pilares é o Projeto Social. Lançado em 2001, no Rio de Janeiro, o projeto POR UM MUNDO MELHOR nasceu para, por meio da música, mostrar que pequenas mudanças de atitude do dia a dia têm um grande impacto sobre o futuro do planeta. Em sete edições, ao longo dos últimos 10 anos, milhares de pessoas no Brasil, em Portugal, na Espanha e em diversos outros países, foram beneficiadas pelas doações provenientes das vendas de bilhetes do evento e das ações promovidas pelos parceiros, que hoje somam mais de quase cinco milhões de euros. Em 2008 e 2010, por exemplo, o Rock in Rio Madri investiu cerca de 1,3 milhões de euros no plantio de árvores, no Projeto Carbono Zero, em ações de conscientização sobre as alterações climáticas e na oferta gratuita de transporte público para todos os assistentes do evento — garantindo a redução de toneladas de CO2 para a atmosfera.

O festival acontecerá nos dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 01 e 02 de outubro de 2011, no Parque Olímpico Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Fonte: Suzana Oliveira

Feira Música Brasil 2010 encerra terceira edição com sucesso em Belo Horizonte

Gilberto Gil, Otto, Andreas Kisser, Lenine e Ná Ozzetti encabeçaram a maratona de shows que levou 18 mil pessoas à Funarte MG, em meio a palestras, debates e uma estimativa de R$ 60 milhões gerados nos Encontros de Negócios

A Feira Música Brasil 2010, maior evento do gênero na América Latina, que ocorreu de 8 a 12 de dezembro em Belo Horizonte, encerra as atividades comemorando a contribuição e resultados conquistados para o mercado da música nacional.

A estimativa de negócios gerados na edição deste ano é de R$ 60 milhões, quase 20% a mais que no evento anterior. Cerca de 18 mil pessoas curtiram as quatro noites de shows no palco principal, montado na Funarte MG, com parte dos artistas selecionados por edital.

Além das apresentações musicais, a programação da FMB desdobrou-se em Painéis e Debates, Encontros de Negócios, Oficinas de Capacitação e uma ampla variedade de shows e discotecagens em sete casas associadas para a programação noturna, a FMB Noite Adentro.
A FMB é uma iniciativa do Ministério da Cultura, realizada pela Funarte com a parceria das 16 entidades do setor que compõem a Rede Música Brasil. O evento cumpre papel essencial na articulação e no fortalecimento da cadeia produtiva da música, como ilustra a Carta de BH (leia abaixo), documento com as diretrizes e prioridades do setor para 2011, elaborado conjuntamente por um colegiado formado pelas entidades da Rede Música Brasil.

Belo Horizonte foi a primeira cidade a receber a edição itinerante da Feira Música Brasil, seguindo o objetivo dos organizadores de levar a Feira a cada capital brasileira.

Ao todo, o evento promoveu 99 shows na cidade, somados os 39 artistas selecionados pelo edital da Feira e convidados. Nomes consagrados como Gilberto Gil, Otto, Andreas Kisser (que homenageou Minas Gerais, levando dez músicos mineiros ao palco), Lenine e a grande surpresa de sábado, Elza Soares (em participação surpresa no show do Otto, ao lado de Bebel Gilberto e Lirinha) alternaram-se com artistas expressivos da cenário interdependente, como Mestres da Guitarrada (PA), Warley Henrique (BH), Maestro Ademir Araújo e Orquestra Popular do Recife PE), Cabruêra (PB), Lucas Santtana (BA) e Renegado (BH).
Artistas e DJs se apresentaram no circuito da FMB, estendido para as casas noturnas Lapa Multshow, A Obra, Na Sala, Nelson Bordello, Mercado Novo e Recanto da Seresta. A Sala Juvenal Dias, no Palácio das Artes, foi palco dos editados para músicas de concerto. O viaduto Santa Tereza concentrou as apresentações de MCs e bandas da nova cena do rock mineiro.

Já os apaixonados por cinema também foram contemplados com a agenda da Feira e puderam assistir a filmes relacionados à música, no Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes.

O auditório montado na Funarte recebeu cerca de duas mil pessoas, que se cadastraram pelo site da FMB para participar dos 18 Painéis e Debates.

Outro destaque foi o Encontro de Negócios, uma oportunidade única para os artistas fazerem contato e realizarem negócios com importantes empresários nacionais e internacionais de gravadoras, selos, diretores de festivas e contratantes de shows.

O encontro reuniu 600 inscritos e 76 empresas, totalizando uma estimativa de 7 mil contatos feitos entre os participantes.

A previsão é que, em 2011, se movimente mais de R$ 60 milhões na economia da cultura, provenientes dos Encontros de Negócios promovidos pela FMB. Em pesquisa feita com os participantes dessa atividade, a organização do evento constatou que 80% deles avaliaram a iniciativa como boa ou ótima. "Estes números comprovam o sucesso da metodologia que inverteu a lógica tradicional em que os artistas procuravam as empresas; agora, as empresas buscam os artistas," afirma James Lima, subcoordenador da área.


O Conservatório de Música sediou as Oficinas de Capacitação, das quais participaram 268 pessoas do meio musical interessadas em se atualizar sobre temas, como Capacitação em Produção Cultural, Direitos Autorais e Como Trabalhar Música nas Escolas.


A Feira Música Brasil também arrecadou mais de 7 toneladas de alimentos não-perecíveis para o Mesa Brasil Sesc, um programa sustentável de segurança alimentar e nutricional. A organização incentivou o público a doar um quilo de alimento na compra dos ingressos. A distribuição será feita a 120 instituições filantrópicas da Região Metropolitana de Belo Horizonte, credenciadas ao programa.

Abaixo, os dez pontos essenciais com ações estratégicas do setor para 2011, consolidados na Carta de Belo Horizonte:

CARTA DE BELO HORIZONTE

Reunidos em Belo Horizonte, durante a III Feira Música Brasil 2010, as entidades componentes do Conselho da Rede Música Brasil, principal interlocutor hoje do segmento da música brasileira com o poder público, reconhecem que houve muitos avanços, nos últimos quatro anos, em busca da consolidação de uma política pública estruturada e estruturante para o setor.
A Carta do Recife, em dezembro do ano passado, foi um marco neste sentido, quando sociedade civil e governos se uniram na busca das soluções para os diversos gargalos da cadeia da música. Reconhecendo que muito foi feito, mas que ainda falta muito a conquistar, elaboramos hoje uma pauta que é a expressão do que pensam e reivindicam as entidades deste Conselho.

10 PONTOS FUNDAMENTAIS PARA UMA POLÍTICA PERMANENTE PARA A MÚSICA NO BRASIL

1- Agência
A Criação da ANM – Agência Nacional da Música continua sendo um ponto fundamental para que este desenho possa se materializar numa política de Estado.

2- Fomento
Consolidar e ampliar o Fundo Setorial da Música integrado ao Fundo Nacional de Cultura. Lutar pela plena aprovação e posterior implementação do Pró-Cultura e participação efetiva na regulamentação do Fundo Setorial da Música;

3- Marcos Regulatórios
Estabelecer um novo marco regulatório trabalhista e previdenciário e desonerar a carga tributária para o setor criativo e produtivo da música.

4- Direito Autoral
Após encerrada a consulta pública, avançar na revisão da Lei de Direito Autoral e trabalhar pela sua aprovação.

5- Formação
Regulamentar imediatamente a Lei 11.769/2008 que institui a obrigatoriedade do ensino de música nas escolas e dar continuidade em todas as macro-regiões aos seminários de discussão sobre a sua implementação.

6- Mapeamento
Promover o mapeamento amplo e imediato de toda a cadeia criativa e produtiva da música. Incluir o setor da música na matriz insumo-produto utilizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

7- Comunicação
Garantir a execução da diversidade da música brasileira nos meios de comunicação e fortalecer as redes de emissoras públicas, comunitárias e livres, como canais de divulgação da música brasileira. Criação e fortalecimento dos conselhos de comunicação nas três esferas governamentais;

8- Redes
Estimular e fomentar a formação e organização de redes associativas no campo da música, pautadas nos princípios da economia solidária. Atribuir á Feira Música Brasil e as Feiras Regionais de Música papel crucial na interligação entre as diferentes redes, incluindo os parceiros internacionais, o mercado e as instituições.

9- Circulação
Consolidar, fortalecer e fomentar ações de circulação através das redes de festivais, feiras, casas e espaços de apresentações musicais em sua diversidade. Criar mecanismos que assegurem divulgação, acesso do público aos espetáculos e formação de plateias.

10 – Exportação
Criar um escritório de exportação da música brasileira para fomentar às ações existentes, assim como regulamentar os mecanismos legais para a exportação.



O conselho da Rede Música Brasil é composto pelas seguintes entidades: ARPUB, ABEART, Academia Brasileira de Música, ABRAFIN, ABEM, ABER, ABPD, ABMI, Circuito Fora do Eixo, Cufa, Fórum Nacional da Música, Federação das Cooperativas de Músicos, BM&A, Fenamusi, UBEM e Colegiado Setorial de Música.

Serviço:
3 ª Feira Música Brasil
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais
Data: de 8 a 12 de dezembro
Atrações: shows das bandas selecionadas por edital e artistas convidadas, Painéis de Debates, Oficinas de Capacitação e Encontros de Negócios.
Local e quantidade de shows: 99, distribuídos na Funarte (de 8 a 11 de dezembro); e de 7 a 12 de dezembro, nas casas Lapa Multshow, A Obra, Na Sala, Nelson Bordello, Mercado Novo, Recanto da Floresta, Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes e Viaduto Santa Tereza.
Público dos shows na Funarte e demais atividades, exceto as apresentações nas casas associadas à Feira: cerca de 18 mil pessoas.
Oficinas de Capacitação: público, 268 participantes. Temas na programação exposta no site www.feiramusicabrasil.com.br. Entre as atividades, está o projeto Periferia Áudio, que consiste na gravação de uma coletânea com 11 bandas da periferia de Belo Horizonte.
Encontros de Negócios: 600 inscritos e 76 empresas participantes. Estimativa de negócios a serem gerados: R$ 60 milhões, 20% a mais do que o evento anterior.
Painéis e Debates: foram 18, com público de cerca de duas mil pessoas.

Fonte: Sheila Teixeira

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Restart lança DVD Karaokê

A ideia de um DVD Karaokê nasceu quando o Restart fez uma twitcam de “Happy Rock Sunday” para seus fãs aprenderem a cantar a música feita para ser título da domingueira do mesmo nome. Eles twitaram a música na quinta-feira, assim que acabaram de grava-la no estúdio. No domingo, quando a apresentaram ao vivo pela primeira vez, o público todo cantou.

Agora a Família Restart pode cantar em casa e nas festas as músicas da banda, ao mesmo tempo em que curte imagens do dia a dia dos integrantes gravadas por eles mesmos. O DVD “Restart Karaokê” traz os sucessos “Recomeçar”, “Levo Comigo”, “Esse Amor em Mim” e “Pra Você Lembrar”, entre outros. Também fazem parte desse projeto os 3 videoclipes já lançados e 6 músicas em espanhol.

O DVD "Restart Karaokê" será lançado dia 6 de dezembro, mesma data de lançamento do CD “Restart Day By Day”.


Fonte: Marcão

Cantora Myllena é atração do projeto 'Sons da Nova' no Tom Jazz‏

Cantora Myllena é atração do projeto ‘Sons da Nova’ no Tom Jazz

Myllena

Nova Brasil FM encerra a programação de 2010 de seu projeto com show exclusivo da cantora

A cantora mineira Myllena participa, na próxima semana, do projeto ‘Sons da Nova’, da rádio Nova Brasil FM, que em 2010, comemora 10 anos de existência. Ela se apresenta no Tom Jazz nos dias 10 e 11/12, sexta-feira e sábado.

O projeto ‘Sons da Nova’ recebeu em 2010 artistas consagrados da MPB, como Nando Reis, Fernanda Porto, Maria Gadú, Isabella Taviani, Luiza Possi, entre outros, e encerra a temporada com a voz de Myllena. “A última coisa que faltava para minha alegria plena era ter a parceira Nova Brasil FM. Com o ‘Sons da Nova’ não falta mais nada”, comemora.

Sucesso dos folhetins globais, a cantora mostra personalidade musical com sua voz bela e marcante em canções como “Cérebro Eletrônico”, de Gilberto Gil, tema de abertura da novela “Tempos Modernos”, “Apenas Mais Uma de Amor”, de Lulu Santos, da novela “Malhação ID”, e “Quando”, composição própria que fez parte da trilha sonora de “Caras & Bocas”.

Myllena promete agitar o Tom Jazz com um repertório misto de composições próprias e versões, e apresentará um show exclusivo para o projeto. “É minha primeira ‘pegada’ em São Paulo, a primeira vez que trago meu som inteiro com a banda completa, incluindo as canções, rock e baladas”, conta.



Serviço

SONS DA NOVA COM MYLLENA

Dias| 10 e 11 de Novembro 2010

Couvert Artístico| R$ 50,00

Horário do show| 22h00

Capacidade| 200 pessoas

Censura| 18 anos

Duração| Aproximadamente 1h30

Abertura da casa| 2h antes do espetáculo

Formas de pagamento| Dinheiro / Cheque / Todos os Cartões (Débito e Crédito)

Estacionamento com manobrista| R$ 15,00

Ar condicionado

Acesso para portadores de necessidades especiais

Informações e compra de ingressos:

# TOM JAZZ - Avenida Angélica, 2331 - Higienópolis.

(Horário de atendimento: segunda a sexta, das 10h às 17h)

# COMPRA POR TELEFONE - Ingresso Rápido - Tel: 4003-1212

(Horário de atendimento: segunda a sábado, das 9h às 22h)

(Formas de Pagamento: cartões de crédito Visa, Mastercard, Credicard, Diners);

# COMPRA PELA INTERNET

(www.tomjazz.com.br / www.ingressorapido.com.br)

(Formas de Pagamento: cartões de crédito Visa, Mastercard, Credicard, Diners);

# PONTOS DE VENDA CAPITAL, INTERIOR E OUTROS ESTADOS

Consultar http://www.ingressorapido.com.br/

Fonte: Clarissa Viana

NX Zero integra line-up do Palco Mundo no Dia Rock


Rock in Rio anuncia fenômeno brasileiro para a noite de 24 de setembro de 2011

A escalação do Palco Mundo no Dia Rock ganha mais um nome. Os brasileiros do NX Zero são a nova atração anunciada pela organização do Rock in Rio para a segunda noite do festival, em 24 de setembro do ano que vem. A banda representará o gênero com Red Hot Chili Peppers, Snow Patrol e Capital Inicial, divulgados pela produção em novembro. A expectativa de público para o dia é alta: no Rock in Rio 2001, o RHCP atraiu 250 mil pessoas, recorde do evento.
Uma das maiores revelações da cena musical brasileira nos últimos anos, o NX Zero estourou em 2006, com sucessos como “Além de Mim”, “Razões e Emoções" e “Pela Última Vez”, do primeiro álbum por uma grande gravadora, NX Zero, que conquistou Disco de Platina Duplo com mais de 300 mil cópias vendidas. Em seguida, o quinteto paulista lançou os CDs Agora (2008) – vencedor do Grammy Latino 2009 na categoria Melhor Álbum de Rock – e Sete Chaves (2009), além dos DVDs 62 Mil Horas Até Aqui (2008) e Multishow Registro: NX Zero – Sete Chaves (2010). Formada por Di Ferrero (vocal), Gee Rocha (guitarra), Caco Grandino (baixo), Fi Ricardo (guitarra) e Dani Weksler (bateria), a banda, que completa dez anos de estrada em 2011, acaba de lançar o disco Projeto Paralelo, no qual apresentam releituras dos seus hits em parceria com nomes consagrados do rap e do hip-hop, como Emicida, Marcelo D2, Rappin’ Hood e Negra Li.
O público já pode adquirir, por meio do site oficial do festival (www.rockinrio.com.br), o Rock in Rio Card, voucher para aqueles que não querem perder a chance de garantir com antecedência seus lugares nesta grande festa. Desde 19 de novembro a organização disponibiliza um lote limitado de 100 mil ingressos a R$ 190 (inteira) e R$ 95 (meia-entrada). Apenas no primeiro fim de semana foram vendidos mais de 62 mil Rock in Rio Cards e a expectativa é de que os ingressos se esgotem nos próximos dias. A troca pelo bilhete será feita a partir do dia 11 de janeiro — antes da venda oficial, garantindo que a data escolhida não esteja esgotada.
Após quatro edições em Lisboa e duas em Madri, o Rock in Rio volta a ser realizado em terras brasileiras no ano que vem, entre 23 de setembro e 2 de outubro de 2011. Com cada dia destinado a um estilo diferente, é um festival para todas as tribos. Entre os nomes já confirmados pela produção estão Metallica, Coldplay, Snow Patrol e Motörhead. Novas atrações serão divulgadas em breve, reunindo mais uma vez os maiores nomes do rock e do pop mundial ― nacionais e estrangeiros, clássicos e contemporâneos ―, no maior evento de entretenimento e música do planeta. Serão 12 horas de festa por dia, com shows no Palco Mundo, Palco Sunset, Rock Street e na Tenda Eletrônica, roda-gigante, montanha russa, free fall, tirolesa, entre muitas outras novidades que transformarão a nova Cidade do Rock num verdadeiro parque de diversões para todas as idades.

Sobre o Rock in Rio
O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento de todos os tempos, contando com nove edições realizadas no Brasil, Portugal e Espanha. O festival reuniu mais de 5 milhões de pessoas, que aplaudiram, ao vivo, 656 bandas. Foram mais de 780 horas de música, com transmissão para mais de 1 bilhão de telespectadores, em 80 países.
Utilizando a música como linguagem universal, que une as pessoas em todo o mundo, o Rock in Rio é um veículo de comunicação de emoções.
Um dos seus pilares é o Projeto Social. Lançado em 2001, no Rio de Janeiro, o projeto POR UM MUNDO MELHOR nasceu para, por meio da música, mostrar que pequenas mudanças de atitude do dia a dia têm um grande impacto sobre o futuro do planeta. Em sete edições, ao longo dos últimos dez anos, milhares de pessoas no Brasil, em Portugal, na Espanha e em diversos outros países, foram beneficiadas pelas doações provenientes das vendas de bilhetes do evento e das ações promovidas pelos parceiros, que hoje somam mais de quase cinco milhões de euros.
Em 2008 e 2010, por exemplo, o Rock in Rio Madri investiu cerca de 1,3 milhões de euros no plantio de árvores, no Projeto Carbono Zero, em ações de conscientização sobre as alterações climáticas e na oferta gratuita de transporte público para todos os assistentes do evento — garantindo a redução de toneladas de CO2 para a atmosfera.
O festival acontecerá nos dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011, no Parque Olímpico Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

ROBERTA MIRANDA LANÇA “SORRIR FAZ A VIDA VALER”

Novo CD chega ao mercado no dia 7 de dezembro

A cantora Roberta Miranda lança no próximo dia 7 de dezembro o seu mais recente trabalho, nomeado de “Sorrir faz a vida valer”. São 13 faixas, que revelam um trabalho basicamente autoral, em parceria com grandes compositores.

Começando com MV BILL, Roberta homenageia o grande Dominguinhos que também participa da canção, em “Forrépeando”, numa mistura inusitada de forró com rap, que promete animar os ouvintes. Esta faixa, inclusive, já faz parte da trilha sonora da novela Araguaia, da Rede Globo.

Em “Só quem ama sabe” Roberta canta composição de Luciana Cardoso, Nil Bernardes e Luiz Schiavon, numa releitura moderna de uma balada dos anos 60. Sem esquecer o romantismo que a consagrou Rainha da Música Sertaneja, Roberta divide “História de Amor” com Tereza Tinoco e “Por você esqueci de mim” com Antonio Luiz. Além de regravar “Esperança”, que em meados dos anos 80 vendeu mais de 1,5 milhão de cópias, e “Rei dos Reis”, duas canções que a consagraram.

Como já faz parte de sua história, Roberta canta Roberto e Erasmo Carlos em uma inspirada interpretação de “Alô”. O CD ganhou uma canção especial, “Ilusões” de Victor Chaves, da dupla Victor & Leo. Nas músicas inéditas, Roberta colocou toda sua alma em “Digitais”, “Sorrir faz a vida valer”, “Olhos do Amor”, entre outras.

Este trabalho é tão importante para Roberta que ela assumiu a produção artística junto com Antonio Luiz. Gabriel Jacob e Caixote definitivamente entraram em sintonia com a artista escrevendo arranjos que refletem toda emoção de suas composições. “Tentei trazer todo o aconchego do meu coração para este novo trabalho. É a luz dos meus olhos”, releva Roberta Miranda. Para resgatar todos os valores e sentimentos que, realmente, importam na vida, todas as fotos do álbum foram feitas em sua casa, cercada de amigos. Em seu tempo de introspecção Roberta Miranda descobriu definitivamente que: SORRIR FAZ A VIDA VALER!

Serviço
CD: “Sorrir faz a vida valer”
Artista: Roberta Miranda
Gravadora: Canto Livre
Faixas: 13
1. Sorrir faz a vida valer
2. Alô
3. História de amor
4. Meus direitos
5. Forrépeando
6. Digitais
7. Olhos do amor
8. Reis dos reis
9. Só quem ama sabe
10. Por você esqueci de mim
11. Esperança
12. Ilusões
13. Senhora saudade

Fonte: Daniela Guapo/MD

Patricia Marx e Luciano Nassyn (ex integrantes do Trem da Alegria) juntos no palco após 25 anos



Patricia Marx e Luciano Nassyn - Foto: Talent Mix
 
Com o final do grupo "Trem da Alegria", os fãs ficaram saudosos com as contagiantes apresentações das crianças prodígio. Os encontros diários da moçada passaram a ser, quase sempre, fora dos holofotes. Patrícia Marx seguiu carreira solo e lançou sucessos como "Espelhos D´agua" e "Quando Chove". Luciano, por sua vez, se tornou roqueiro, foi vocalista de uma banda, mas acabou indo para o a carreira solo, cantando Pop Rock. Com trabalho autoral, o cantor já é o maior artista brasileiro no MySpace, com quase 6 milhões de visualizações de suas músicas, batendo nomes de peso da música nacional e internacional.

Após 25 anos do término do grupo, Luciano Nassyn resolveu reviver uma época. Convidou Patricia Marx para uma participação especial no show que aconteceu dia 26/11 no Circo Voador, Rio de Janeiro. O evento fez parte da festa Ploc, que já teve inúmeras edições no RJ, SP, BH, Salvador, entre outros.

No repertório, sucessos como "Uni-Duni-Te", "É de chocolate", "He-man" e outras músicas que marcaram a época avivaram a memória do público. 

"É tão bom lembrar de quando eu era criança. Quando estou ao lado do Luciano, cantando essas músicas, eu me sinto mais criança do que nunca. Quando a gente é criança a gente não sabe o quanto é bom ser, só quando a gente cresce que aprende", disse Patrícia Marx.

Fábio Jr. se apresenta em São Paulo com a participação de Thiago Arancam

Viajando pelo país com a turnê “Fábio Jr. 2010”, o cantor se apresentou em São Paulo dias 26 e 27/11, no Credicard Hall. O público sempre fiel lotou a casa nas duas noites para uma apresentação romântica e emocionante.
Quem compareceu ao Credicard Hall nesse fim de semana conferiu, além de grandes sucessos do cantor, uma surpresa que misturou vozes e idiomas: a participação especial do tenor brasileiro Thiago Arancam cantando com Fábio Jr a música “Felicidade”, que foi aplaudido em pé pela platéia após a apresentação. “Caramba, o Thiago manda bem demais, cantar com ele é uma honra para mim”, conta Fábio Jr.
Entre os convidados que prestigiaram as apresentações de Fábio Jr nas duas noites estavam seus filhos, Tainá e Fiuk, as meninas da banda “Barra da Saia”, o apresentador de TV Luciano Faccioli e Luiz Flávio Borges D’'Urso, presidente paulista da Ordem dos Advogados do Brasil.
O público presente também fez bonito durante os shows, cantando e coro com Fábio Jr. os seus grandes sucessos. “Adoro o retorno da moçada de São Paulo. Os shows estavam com uma energia muito boa”, revela Fábio Jr. O repertório era composto pelas músicas “Quando Gira o Mundo”, “Alma Gêmea”, “Só Você”, “Senta Aqui”, “Caça e Caçador”, que finalizou o show em grande estilo, entre outras.

Fonte: Clarissa Viana

domingo, 5 de dezembro de 2010

Halls XS Xtra Sound reuniu 2500 pessoas

The Temper Trap
O Halls XS Xtra Sound reuniu 2.500 pessoas na Chácara do Jóquei numaestrutura inéditano Brasil: uma ¨bolha" de 36 metros de diâmetro, totalmente climatizada. Owarm up ficou por conta do DJ Re Dupre e a principal atração foi a bandaaustraliana de rock alternativo The Temper Trap. Sucesso na Europa e nosEstados Unidos, o grupo esteve pela primeira vez no Brasil para umaapresentação intimista, que agitou o público com seu hit Sweet Dispositione outras faixas como Love Lost, Fader e Resurrection. O trio britânico dehouse Dirty Vegas fechou a noite, com o Paul Harris como DJ set.